CURRICULO PESSOAL

Minha foto

M.Div
Ph.D Teologia
Psicanalista Clinico (estag)
Escritor - 21 livros publicados
Master-trainer PNL

POSTAGENS

Postagens populares

sábado, dezembro 3

Crônicas da vida no deserto

Crônicas da vida no deserto




Escritos em hebraico, aramaico e grego, os manuscritos do Mar Morto são divididos em três grupos:textos bíblicos e comentários de textos bíblicos; textos apócrifos; e literatura de Qumran. Essa divisão não havia na época, porque apenas dois séculos depois, concílios da Igreja definiram quais eram os textos canônicos (bíblicos), criados por inspiração de Deus. Os escritos por autores sagrados, mas sem inspiração divina, foram chamados de apócrifos pela Igreja. Entre os 930 manuscritos, há 255 cópias de livros da bíblia. Veja trechos de alguns manuscritos:

Do filho de deus

Nesse manuscrito, as expressões "filho de Deus" e "filho do Altíssimo" são usadas para denominar um futuro salvador divino. São os memsos termos adotados pelo anjo Gabriel, na anunciação de Jesus Cristo a Maria.
O manuscrito de cobre

Feito de um material valorizado na época, esse manuscrito diz: "Sou o único e minha mensagem é tão valiosa quanto o metal do qual fui feito". Nele, há indicações de 64 tesouros, que no entanto, nunca foram encontrados.

O manuscrito da guerra
Descreve a batalha dos dias finais, entre os "filhos da luz" e os "filhos das trevas". Detalha armamentos, a bênção a ser dita no momento da glória e a cerimônia de Ação de Graças.

Pedagogia trágica
Os manuscritos prevêem castigos severos: "Se um homem tem uma criança rebelde e teimosa, que não obedece ao pai ou à mãe e não ouve quando eles o disciplinam, deixe seu pai ou sua mãe segurá-lo no portão da casa e chame os mais velhos da cidade. Os pais devem dizer: 'esta criança é teimosa e rebelde, não nos obedece, é um bêbado glutão'. Então todos os homens da cidade devem apredeja-la até a morte. Assim, você removerá o demônio de seu meio e todas as crianças de Israel vão ouvir e ter medo.

Limpeza contagiosa
Além de dois banhos diários obrigatórios, os membros da comunidade deviam mergulhar em uma piscina toda vez que defecassem. Como a piscina era abastecida pelas chuvas, escassas no deserto, a água ficava parada por meses. Resultado: 6% dos homens de Qumran atingiam 40 anos, em comparação a 40% em Jerusalém.

Pureza ao comer


Os membros da comunidade comiam em silêncio e em tigelas individuais (para não espalhar doenças).

Estigma

Os chamados leprosos não podiam entrar em Jerusalém, em Qumran ou em qualquer lugar onde ouvesse comida limpa. Se o fizesse em querer, deveria ofertar um animal. Se entrasse deliberadamente, serie amaldiçoado.

Sacrifício de Animais

Um animal grávido não podia ser sacrificado no mesmo dia do feto.

Devo, não nego

"Se você deve a alguém, pague rapidamente. nunca troque seu espírito sagrado por nenhuma quantia de dinheiro. Se alguém deixar algo de valor com você, não toque, para que você não se queime e seu corpo não seja consumido pelo fogo.

Nenhum comentário: