CURRICULO PESSOAL

Minha foto

M.Div
Ph.D Teologia
Psicanalista Clinico (estag)
Escritor - 21 livros publicados
Master-trainer PNL

POSTAGENS

Postagens populares

sexta-feira, dezembro 16

Mateus/Capítulo 5 (Sermao do Monte)

Mateus/Capítulo 5

1Quando Jesus viu as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os seus discipulos se aproximaram, 2e ele começou a ensiná-los, dizendo[1]:
3- Felizes[2] os que se reconhecem pobres de espiritualidade [3], pois deles será o reino dos céus.
4- Felizes os que choram[4], pois serão consolados.
5- Felizes os mansos[5] pois herdarão a terra[6].
6- Felizes os que tem fome e sede de justiça, pois ficarão satisfeitos.
7- Felizes os misericordiosos, pois alcançarão a misericórdia.
8- Felizes os de coração puro, pois verão a Deus.[7]
9- Felizes os que trabalham pela paz[8], pois serão chamados filhos de Deus
10- Felizes os perseguidos por agirem corretamente, pois deles é o reino dos céus.
11- Felizes serão vocês, quando por minha causa, as pessoas deixarem de andar em sua companhia, os insultarem e os perseguirem dizendo todo tipo de mentira contra vocês. 12Fiquem felizes, fiquem muito felizes pois há uma grande recompensa no céus para vocês, pois assim foram perseguidos os profetas que viveram antes de vocês.

Índice
•    O sal da terra, a luz do mundo
•    O cumprimento da Lei
•    Sobre o ódio
•    Sobre a fidelidade
•    Sobre a honestidade
•    Sobre a resistência pacífica
•    Sobre o amor a todos
o    Notas

O sal da terra, a luz do mundo

13- Vocês são o sal[9]da terra, mas se o sal perde o gosto como lhe restaurar o sabor? Só serve para ser jogado fora e pisado pelas pessoas.
14- Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construida sobre um monte. 15Ninguém acende uma lamparina para colocá-la embaixo da mesa. Pelo contrário, ela é colocada no lugar próprio que ilumine todos os que estão na casa. 16Assim que também a luz de vocês brilhe diante das pessoas, para que elas vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está nos céus.
O cumprimento da Lei
17- Não pensem que eu vim abolir com a [[w:613_mandamentos| Lei e os oráculos dos profetas. Não vim para invalidá-la, mas sim aperfeiçoá-la[10]. 18Eu afirmo a verdade a vocês: até que o céu e a terra passem nem uma letra ou acento será tirado da Lei, até que tudo se aperfeiçoe.[11] 19Assim aquele que desobedecer ao menor mandamento e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado o menor no Reino dos Céus, mas aquele que obedecer e ensinar esse será chamado grande no Reino dos Céus. 20Eu lhes digo, se vocês não forem muito mais justos[12] do que os escribas e os fariseus, jamais entrarão no Reino dos Céus.

Sobre o ódio

21- Vocês ouviram o que foi dito aos antigos: "Não assassinará. Quem matar será julgado." 22Mas eu lhes digo que qualquer um que ficar com raiva do seu irmão será julgado. Quem insultar seu irmão será julgado pelo tribunal. E mesmo quem chamar outro de "Tolo"[13] estará em perigo de ir para o inferno ardente 23Portanto se você estiver oferecendo no altar a sua oferta e lembrar que o seu irmão tem alguma queixa contra você, 24deixe a sua oferta na frente do altar e vá primeiro se reconciliar com teu irmão, só então volte e faça sua oferta. 25Entre em acordo sem demora com seu adversário enquanto está com ele, para que o seu inimigo não o entregue ao juiz, o juiz ao carcereiro, e você seja jogado na prisão. 26Eu afirmo a você que isto é verdade: você não sairá dali até pagar o último centavo.[14]

Sobre a fidelidade

27- Vocês ouviram o que foi dito: "Não cometerá adultério." 28Mas eu lhes digo, quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já traiu no seu coração. A idéia é que não devemos simplesmente evitar as coisas más, mas também tudo o que pode nos conduzir a estas coisas. 29- Se o seu olho direito faz com que você peque, arranque-o[15] e jogue-o fora. Pois é melhor perder uma parte do corpo do que o corpo inteiro ser atirado no inferno. 30E se sua mão direita faz com que você peque, corte-a e jogue-a fora. Pois é melhor perder uma parte do corpo do que o corpo inteiro ser atirado no inferno.
31- Foi dito também: "Quem mandar sua mulher embora deverá dar a ela um documento de divórcio." 32Mas eu lhes digo: todo homem que mandar sua mulher embora, a não ser em caso de fornicação, será culpado de fazer com que ela se torne adúltera, se ela casar de novo. E o homem que casar com ela também cometerá adultério.

Sobre a honestidade

33- Vocês também ouviram o que foi dito aos seus antepassados: "Não quebrará a promessa, mas cumprirá exatamente o que jurou ao Senhor que ia fazer." 34Mas eu lhes digo: não jurem de jeito nenhum[16], nem pelo céu, pois é o trono de Deus, 35nem pela terra, pois é onde ele descansa os pés, nem por Jerusalém, pois é a cidade do grande Rei. 36Não jurem nem mesmo pela sua própria cabeça, pois vocês não podem fazer com que nem um só fio de cabelo fique branco ou preto. 37Seja porém, na tua palavra, Sim, sim; não, não. O que passar disso vem do maligno.

Sobre a resistência pacífica

38- Vocês ouviram o que foi dito: "Olho por olho, dente por dente."[17] 39Mas eu lhes digo; não combatam[18] aos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também. 40Se alguém tomar sua túnica, deixe que leve também a capa. 41E se qualquer um forçá-lo[19] a andar por mil passos, carregue por outros dois mil. 42Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê, e, se alguém lhe pedir emprestado, empreste.

Sobre o amor a todos

43- Vocês ouviram o que foi dito: "Amarás o seu próximo e odiarás o seu inimigo."[20] 44Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e pelos que os perseguem, 45para que sejam filhos do Pai de vocês que está no céus; ele faz nascer o sol sobre os maus e bons e vir a chuva sobre os justos e injustos. 46Porque se vocês amarem quem os ama, que mérito terão? Não fazem os cobradores de impostos isso também? 47E se vocês desejarem o bem somente aos seus irmãos, que tem isso de especial? Não fazem os gentios o mesmo? Sejam perfeitos[21], como perfeito é o Pai celeste de vocês.

Notas

1.    ↑ Aqui começa a o conhecido Sermão da Montanha que se extende até Mt 7,22 no qual Jesus apresenta a essência da ética cristã. Fala como verdadeiro legislador, "como quem tem autoridade", e não como simples intérprete das leis.
2.    ↑ Makários, traduzido aqui por felizes, ou bem-aventurados significa muito mais do que um simples estado emocional. É o termo usado para descrever o estado de pessoas muito felizes, pessoas benditas, pessoas abençoadas, pessoas que possuem a aprovação de Deus e um destino extremamente feliz, ver Sl 1. Sabendo que a felicidade é a meta comum a todo ser humano, e que possuimos um instinto inato que nos impele a buscá-la, ele da manier maestral aplica esse instinto e o direciona a seu objeto apropriado. A idéia central do discurso é que ainda que todos busquem, poucos alcançam a verdadeira felicidade, pois procuram em lugares inapropriados.
3.    ↑ Ou Pobres de Espírito, refere-se aos que tem maior necessidade espiritual, que estão consciêntes dos próprios pecados e portanto profundamente aptos a perceber a necessidade da misericórdia de Deus. No sermão encontrado no evangelho de Lucas omite-se o "de espírito", o que leva muitos a suporem que Jesus se referia aos materialmente pobres. Realmente na Bíblia pobreza material é acompanhada de necessidade espiritual, mas ainda assim são espécies distintas de pobreza que podem e frequêntemente são combatidas separadamente.
4.    ↑ O contexto indica que se tratam dos que choram por causa do pecado e do mal, especialmente os deles mesmo lamentando o fracasso da humanidade em dar glória devida a Deus.
5.    ↑ Mansos, assemelha-se ao Sal 37 e talvez reporte-se a ele. A mansião aqui é de natureza espiritual, uma atitude de humildade e submissão a Deus, cujo o modelo é Jesus. A mesma palavra é usada para Cristo em 11,29 qu se sumete a vontade do Pai.
6.    ↑ É o cumprimento das promessas feitas a Abraão que Paulo chama de herdeiros do mundo.
7.    ↑ Sendo Deus espírito, sua essencia é invisivel, ver Cl 1,15 e 1Tm 1,17. Contudo os de coração puro verão a Deus por meio dos olhos da fé. Jesus assegurou aos seus discipulos que aqueles que os vê, vêem o Pai, ver Jo 14,9. Ainda no estado de glória os filhos de Deus verão Deus, cmo ele é, ver 1Jo 3,2
8.    ↑ Mais do que o simples cessar da violência física, trabalhar pela paz pode ser entendido como encontrar a paz com Deus, consigo mesmo e com seu semelhante. O princípio será ampliado pelo evangelho ao ponto de exortar os filhos de Deus a buscar a paz com seus próprios inimigos.
9.    ↑ Os depósitos de sal ao longo do Mar Morto contêm não apenas o nosso sal (cloreto de sódio), mas uma variedade de outros minerais. Este sal podia se tornar inútil no caso da chuva levar sua salinidade. Na época, o valor primário do sal não era apenas como condimento, mas em sua capacidade de preservar os alimentos. Os discipulos devem ser obstáculos a expansão do pecado no mundo.
10.    ↑ Os versículos seguintes devem ser entendidos à luz desta afirmação. Ao cumpriri a Lei Jesus não a altera, substitui ou anula os mandamentos anteriores, mas revela seu verdadeiro intuito com seu ensino e os cumpre em sua vida obediênte. o cristianismo ensina que a lei e os profetas apontam desde sempre para Cristo.
11.    ↑ Até que tudo se cumpra, ou seja, até a plena manifestação do reino de Deus, cujo os discipulos são orientados a orar em 6,10.
12.    ↑ Jesus não critica os fariseus por sua estrita observação da lei, mas por sua ênfase na aparência externa sem uma atitute interior adequada. Seu discurso sugere que os que não observam os pequenos preceitos não serão excluídos do céu, mas ocuparão os últimos lugares.
13.    ↑ Tolo, Racá, aparentemente a lei judaica abria exceções para este insulto específico, mas Jesus mostra que qualquer insulto está sujeito é condenável.
14.    ↑ Não está certo se os versículos 23-24 e 25-26 tratam do mesmoa assunto, posto que por certo há uma mudança no discurso. A primeira parte parece se referir a um irmão ofendido enquanto a segundo a uma sociedade maior. Os cristãos devem trabalhar pela reconciliação em todas as áreas da vida.
15.    ↑ A imagem sugerida é forte e enfatiza a severidade de uma ética radical. A idéia de automutilação jamais foi defendida pela cristandade, pois é óbvio que não é o olho que estimula luxúria, mas a mente.
16.    ↑ Alguns entendem que a proibição do juramento é universal, mas Jesus mesmos e submeteu a juramento, ver 26,63, e Paulo invocou a Deus como testemunha, ver Rm 1,9. Jesus parece afinal estar contestando o legalismo estreito e enganador que exige juramentos específicos para obrigar o cumprimento do que foi dito. A implicação é que não devemos ser honestos apenas quando juramos.
17.    ↑ A intenção de Ex 21,24 e Lv 24,20 é que a punição deveria ser adequada ao crime. Esta orientação evitava que houvessem punições diferentes para classes sociais diferentes ou punições desmedidas como a de Lameque, ver Gn 4,23. Este princípio foi deturpado para justificara vingança pessoal que Jesus se contrapôs.
18.    ↑ Não combatam, ou Não resistam, mais apropriadamente significa "não busque restituição no tribunal" Um tapa na cara significa tanto uma agressãoo quanto uminsulto ou uma injúria. A observação de Jesus lembra Is 50,6.
19.    ↑ Na ocasião a possibilidade de um soldado romano coagir uma pessoa a servir como guia ou transportador de carga era real. Mesmo se obrigado por força a fazer alguma cois a alguém a pessoa pode demonstrar liberdade para fazer voluntariamente mais do que foi exigido ao invez de fazer o serviço com má vontade.
20.    ↑ Ao contrário dos outros casos esta passagem não está nas escrituras hebraicas, mas era uma conclusão dos escribas e mestres da Lei inferido de uma compreensão estreita do que significava próximo como simplesmente um outro judeu. Jesus revela o significado profundo de Lv 19,18 em Lc 10,29-27.
21.    ↑ O padrão de Deus exige de seu povo nada menos do que a perfeição. Mesmo que esta perfeição não seja atingida nesta vida, ela é o objetivo de todos os que se tornaram filhos do Pai, ver Fp 3,13-14

Nenhum comentário: