CURRICULO PESSOAL

Minha foto

M.Div
Ph.D Teologia
Psicanalista Clinico (estag)
Escritor - 21 livros publicados
Master-trainer PNL

POSTAGENS

Postagens populares

sábado, dezembro 3

O Estado do Homem após a morte

O Estado do Homem após a morte

O HOMEM APÓS A MORTE

As falsas teorias concernentes à natureza física do homem dominaram as religiões do paganismo e teologias pervertidas dentro de muitas religiões. O paganismo fundamenta suas teses sobre a natureza do homem na escuridão, fábulas e mitologia.
Lendas e mitos do paganismo falam do que imaginam que acontece com o homem após a morte. O paganismo perverteu a adoração a Deus em idolatria e a verdade em fantasia.

E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.(Romanos 1: 23)

Deus prometeu imortalidade ao homem se na verdade houvesse obediência, mas por seu livre arbítrio este escolheu o caminho para a morte. Deus disse: ‘certamente morrerás’, enquanto que o inimigo de Deus dizia o oposto: ‘certamente não morrerás.’

A doutrina da imortalidade da alma vem do filósofo grego Platão, nascido em Atenas por 457aC e morreu em 347aC. Viveu na era ouro da cultura grega e foi um discípulo de Sócrates. Um estudante dos ensinos de Platão, chamado Aristóteles foi o instrutor de Alexandre o Grande.
Platão menciona a imortalidade da alma em escritos como: Phaedrus, Apologia, Phaedo, A República, Leis e a Sétima Carta. Em Phaedo relata um diálogo entre Sócrates e seus amigos.


DEUS É IMORTAL, MAS NÃO O HOMEM...

Deus é eterno e imortal, e sua eternidade mostra que Deus é infinito em relação ao tempo, e de natureza incorruptível.
Mas o homem é mortal. A morte é universal entre os homens e inerente à sua natureza pecaminosa, advinda de sua própria escolha pelo mal.

Que homem há, que viva e não veja a morte? Ou que livre a sua alma do poder do mundo invisível? (Salmos 89: 48)

E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo,(Hebreus 9: 27)

E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o vosso corpo mortal,...(Romanos 8: 11)

o qual recompensará cada um segundo as suas obras,  a saber: a vida eterna aos que, com perseverança em fazer bem, procuram glória, e honra, e incorrupção;(Romanos 2: 6,7)

Se a recompensa do que persevera em fazer o bem é a vida eterna, conclui-se com facilidade que o homem não imortal.

num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.  Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade.(I Coríntios 15: 52,53)


·        Observe quem  ressuscita. Não são os mortos?
·        Não ressuscitam para que o que é corruptível se faça incorruptível? Ou se revista da imortalidade?
·        Não está aí a razão da ressurreição?
·        O que dizer se afirmar que o homem é imortal?
·        Qual seria a razão da ressurreição?
·        Não acaba por anular promessas de Deus  e ainda negar a ressurreição de Jesus?

Porque, assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.  Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

O mesmo livro de Coríntios nos traz esta citação, mas:

·         Como dizer que a morte veio por Adão se o homem fosse imortal?
·         Como dizer que todos serão vivificados na vinda de Cristo se o homem fosse imortal?
·         Como entender  Hebreus que diz que está ordenado aos homens morrerem? (Heb. 9:27,28)

A BREVIDADE DA VIDA DO HOMEM

Isto é fato real. As montanhas, nos diz a palavra que duram de geração após geração, e a vida eterna é comparada a um rio que flui século após século, mas esta vida do homem é temporária, momentânea, e o homem está sujeito à mudanças, sofrimento e morte.

Faze-me conhecer, SENHOR, o meu fim, e a medida dos meus dias qual é, para que eu sinta quanto sou frágil.  Eis que fizeste os meus dias como a palmos; o tempo da minha vida é como nada diante de ti; na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade. (Selá)  Na verdade, todo homem anda como uma sombra; na verdade, em vão se inquietam; amontoam riquezas e não sabem quem as levará.(Salmos 39: 4- 6)

SENHOR, que é o homem, para que o conheças, e o filho do homem, para que o estimes?  O homem é semelhante à vaidade; os seus dias são como a sombra que passa.(Salmos 144: 3, 4)

Porque toda carne é como erva, e toda a glória do homem, como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor;(I Pedro 1: 24)

A promessa da imortalidade ao homem está dependente do encontro das condições de Deus para a salvação. Somente os que têm um relacionamento apropriado com o Filho de Deus poderão receber a vida eterna. O Mashiach  ressurgiu da morte para a vida e seremos vivificados nEle, na Sua vinda. O Senhor Jesus tem da parte de Deus, a liberdade para dar a vida eterna aos que seguem a verdade e perseveram nos caminhos de retidão.

E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho.  Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.(I João 5: 11, 12)

O QUE ACONTECE NA MORTE?

Na morte, ocorre o oposto do que aconteceu quando Deus deu vida a Adão, o primeiro homem. Na criação o fôlego  de vida foi unido ao corpo formado do pó e a vida resultou. Na morte o fôlego de vida deixa o homem e resulta a morte.

Escondes o teu rosto, e ficam perturbados; se lhes tiras a respiração, morrem e voltam ao próprio pó.(Salmos 104: 29)

·        Portanto pó mais fôlego, resulta em pessoa vivente. Este foi o processo da criação.
·        E pó menos fôlego, resulta em pessoa morta. Este é o processo da morte.

Não confieis em príncipes nem em filhos de homens, em quem não há salvação.  Sai-lhes o espírito, e eles tornam para sua terra; naquele mesmo dia, perecem os seus pensamentos.(Salmos 146: 4)

e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.(Eclesiastes 12: 7)
,                                                                
Deus tornou a Adão a vida no momento em que lhe deu o fôlego soprando em suas narinas, fazendo-o assim alma vivente.

E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.(Gênesis 2: 7)

É por isso que Eclesiastes diz que quando o espírito (fôlego de vida, ar) volta para Deus, a criatura volta ao pó, e sem este fôlego o homem está morto.

Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.(Tiago 2: 26)

Nos verso acima notamos que o espírito é o fôlego de vida que retorna para Deus; é impessoal, e o que representa a força vital que permite ao homem estar vivo.

NATUREZA DO HOMEM NA MORTE


Na morte o homem está sem consciência. Ele não tem vida. Seu cérebro e sistema nervoso cessaram o funcionamento. Sem cérebro o homem não pensa, sem o sistema nervoso, o homem não sente dor ou prazer. O intelecto e sensibilidade só existem quando o homem está em vida. Na sepultura o homem está inconsciente, o homem está morto. 

Porque na morte não há lembrança de ti; no sepulcro quem te louvará? (Salmos 6: 5)

Os mortos não louvam ao SENHOR, nem os que descem ao silêncio. (Salmos 115: 17)

Sai-lhes o espírito, e eles tornam para sua terra; naquele mesmo dia, perecem os seus pensamentos.(Salmos 146: 4)
Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco eles têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento.  Até o seu amor, o seu ódio e a sua inveja já pereceram e já não têm parte alguma neste século, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol. (Eclesiastes 9: 5, 6)

Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma. (Eclesiastes 9: 10)

MORTE COMPARADA AO SONO INCONSCIENTE


A morte é como um sono inconsciente. Não há consciência com relação ao tempo. Para o que morreu há anos, assim como para o que morreu no segundo anterior o tempo não mostrará sua extensão. A consciência só existirá quando nos colocarmos diante de Cristo.

Se fiel a Cristo, o homem estará perante Ele na primeira ressurreição, e se infiel, o homem estará diante de Cristo na ressurreição final. O servo de Deus não deve temer a morte, mas sim esperar na ressurreição no dia do Senhor quando trará o galardão.

E Davi dormiu com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi.(I Reis 2: 10)

E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este pecado. E, tendo dito isto, adormeceu.(Atos 7: 60)

Depois, foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.(I Coríntios 15: 6)

e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque desde que os pais dormiram todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.(II Pedro 3: 4)

A palavra cemitério é derivado do grego que equivale no latim ao termo dormitório. A morte é como um sono inconsciente.

MORTOS FICAM NOS SEPULCROS ATÉ A RESSURREIÇÃO


Uma vez sem o fôlego de vida, o homem retorna ao pó e aí permanecerá até que se ponha diante de Cristo, na primeira ou na última ressurreição. Já temos estudado anteriormente que ninguém subiu ao céu, senão o nosso Senhor Jesus. (João 3: 13)
E a palavra menciona os fiéis de Deus, que aguardam pela ressurreição para a vida eterna, Segunda nos mostra a fiel palavra de Deus.

E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra.     (Apocalipse 22: 12)

É como diz a palavra de Deus:

Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos.         (Apocalipse 20: 6)

Pela primeira morte todos havemos de passar, pois em Adão todos morrem:

Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram. (Rom. 5:12)

Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo. Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. (I Cor. 15:22,23)

Mas a segunda morte, que é o último inimigo a ser aniquilado, ainda ceifará para destruição definitiva os que não amam a Deus e não andam segundo os Seus preceitos.

O FÔLEGO DE VIDA


O homem formado do pó da terra era inanimado até que recebeu a vida de Deus.

E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.(Gênesis 2: 7)

O fôlego de vida é a força vital que mantém o corpo do homem em funcionamento.
As atividades exercidas pelo cérebro e sistema nervoso do homem estão ativos desde que nele esteja o fôlego que o mantém em vida. O fôlego de vida faz referência ao oxigênio que o homem inala, e este é indispensável para a vida animal e humana. Sem oxigênio o homem não pode viver.
O oxigênio entra na corrente sanguínea do homem através dos seus pulmões, e o sangue percorre o corpo sendo bombeado pelo coração, o que permite que o oxigênio chegue a todas as células do organismo, sendo assim fica fácil entender que o sangue transporta o indispensável para manter em vida e atividade o as funções vitais do nosso ser.

Porque a alma da carne está no sangue, pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pela vossa alma, porquanto é o sangue que fará expiação pela alma.  (Levítico 17: 11)

Fica mais simples entender que não havendo circulação do sangue as células não alimentadas acabam por morrer, o que significa a morte da carne pela falta de oxigênio.
Quando o homem morre seu coração cessa de bater e seu sangue já não mais circula, os pulmões cessam o funcionamento e não entra mais o fôlego (oxigênio) em seu corpo. O fôlego de vida deixou o seu corpo, e seu cérebro e sistema nervoso já não agem. Ele está inconsciente, ele está morto.

A Bíblia por algumas vezes refere-se ao fôlego de vida como sendo seu espírito. O espírito do homem é seu fôlego de vida. A palavra espírito vem do hebraico ruach e neshamah e do grego pneuma.

Pneuma é no grego oque ruach é no hebraico.

A palavra espírito significa ar, sopro, vento, animação e manifestação de um poder.

A palavra inglesa “ pneu”, bem como pneumonia e pneumático derivam da palavra em grego pneuma.

A Concordância Analítica revela que a palavra em hebraico ruach é traduzida como fôlego (sopro) 28 vezes, vento em 90 vezes, espírito em 232 vezes, e outras vezes como ar, sopro, ventoso,  etc.

Em suma o espírito pode trazer estes significados:

·        primeiramente o ar que respiramos
·        um ser espiritual, como um anjo, por ex.
·        a influência de um ser
·        um estado de sentimento

Assim como o homem, o animal recebe o fôlego de vida pela força de Deus, ou seja seu poder.

O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida.(Jó 33: 4)

Enquanto em mim houver alento, e o sopro de Deus no meu nariz,  não falarão os meus lábios iniqüidade, nem a minha língua pronunciará engano.(Jó 27: 3)

E expirou toda carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado, e de feras, e de todo o réptil que se roja sobre a terra, e de todo homem.  Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em seus narizes, tudo o que havia no seco, morreu. (Gênesis 7: 21, 22)
Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais; a mesma coisa lhes sucede: como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego; e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. (Eclesiastes 3: 19)

O espírito do homem é o mesmo do animal, assim como são pó e voltam ao pó, o fôlego que os mantém em vida retorna para Deus no momento da morte.

Porque o que sucede aos filhos dos homens sucede aos animais; o mesmo lhes sucede: como morre um, assim morre o outro, todos têm o mesmo fôlego de vida, e nenhuma vantagem tem o homem sobre os animais; porque tudo é vaidade.  Todos vão para o mesmo lugar; todos procedem do pó e ao pó tornarão.  Quem sabe se o fôlego de vida dos filhos dos homens se dirige para cima e o dos animais para baixo, para a terra? (Eclesiastes 3: 19- 21)

For that which befalleth the sons of men befalleth beasts; even one thing befalleth them; as the one dieth, so dieth the other; yea, they have all one breath; so that man hath no pre-eminence above a beast; for all is vanity.  All go unto one place; all are of the dust, and all return to dust.  Who knoweth the spirit of man whether it goeth upward, and the spirit of the beast whether it goeth downward to the earth?

A versão acima da Publicação da Sociedade Judaica nos auxilia e muito, observe que o que na versão Revista e Atualizada aparece como fôlego de vida, nesta última aparece como espírito, ficando obvio que espírito nada mais é que o fôlego de vida.

O espírito do homem não é uma entidade fora corpo ou um ser que esta à parte.  Este espírito nada mais é que o fôlego de vida que mantém o sistema nervoso e cérebro humano em atividade, mas este ar não apresenta própria consciência ou habilidades quaisquer. Quando o fôlego de vida deixa o homem, ele está morto e seus pensamentos perecem. O pó volta ao pó.

E A ALMA?

O homem formado do pó da terra e animado pelo espírito proveniente de Deus se tornou alma vivente, ou seja, se tornou uma criatura com vida.

Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente. (Gênesis 2: 7)

A palavra alma apresentada neste verso significa criatura ou ser.

A existência de uma criatura ou ser vivente está dependente da união do pó que forma o corpo e o fôlego de vida.

Poderíamos assim formar uma equação:

Na vida:
·         pó da terra + fôlego de vida = alma vivente
Na morte:
·         Alma vivente – fôlego de vida = pó da terra

Quando o fôlego de vida deixa o ser vivente homem, este morre ou vira pó.

Significado da palavra alma:

·         Significa primeiramente vida, ou
·         Criatura que possui vida

Esta palavra vem do hebraico nephesh e do grego psuche

Do hebraico esta palavra ocorre 752 vezes no Velho Testamento e é traduzido de 44 formas diferentes. A palavra em inglês usada para traduzir nephesh revela seu significado como criatura, pessoa, homem, vida e vidas.
O termo psuche  ocorre 105 vezes nos escritos da Brit Chadasha (NT) e é traduzido como alma, vida, vidas, mente, coração, etc

Ambos os termos no hebraico e grego trazem entre si o mesmo significado. Este fato você pode comprovar comparando por exemplo Atos 2: 27 com Salmos 16: 10.

ANIMAIS TAMBÉM SÃO ALMAS?
Sim. As palavras do hebraico e grego traduzidas como alma são da mesma forma aplicadas aos animais.

e com toda alma vivente, que convosco está, de aves, de reses, e de todo animal da terra convosco; desde todos que saíram da arca, até todo animal da terra.(Gênesis 9: 10)

Aqui temos o pacto de Deus com todos os seres viventes, após Noé ter deixado a arca.

Disse também Deus: Povoem-se as águas de enxames de seres viventes; e voem as aves sobre a terra, sob o firmamento dos céus.(Gênesis 1: 20)

E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus.(Gênesis 1:20)

Temos aqui o mesmo texto que aparece em versões diferentes e nos dá a clara noção de que assim como o homem, os animais são almas, ou seres viventes.

Naturalmente que o homem é diferente do animal. O homem é superior, no entanto, não é neste termo alma que poderíamos encontrar a diferença, pois ambos são almas, ou seja, seres viventes.

Então, para o SENHOR tomarás o tributo dos homens de guerra que saíram a esta guerra; de cada quinhentos, uma alma, tanto dos homens como dos bois, dos jumentos e das ovelhas.(Números 31: 28)

Toda criatura vivente que vive em enxames viverá por onde quer que passe este rio, e haverá muitíssimo peixe, e, aonde chegarem estas águas, tornarão saudáveis as do mar, e tudo viverá por onde quer que passe este rio (Ezequiel 47: 9)
  And it shall be, every soul that lives, which swarms in every place, there where the two torrents go, that soul shall live. And there shall be very many fish, because these waters shall come there. And they shall be healed. And all shall live there where the torrent goes.

Aqui na Green’s Literal Translation(Tradução Literal) e na versão revista e atualizada você pode comparar e verificar que enquanto numa diz criatura vivente a outra diz alma,  de onde concluímos que alma faz referência à seres ou à própria pessoa. Lembre-se que no dia de pentecostes se converteram quase três mil almas.

Then those who gladly welcomed his words were baptized. And about three thousand souls were added that day.
 Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas.(Atos 2: 41)

Novamente aqui temos o termo alma sendo traduzido como pessoas. Com isso esperamos ter esclarecido a questão sobre alma.

 

O HOMEM COMO ALMA É MORTAL!!


O homem é uma alma e é mortal. Alma é mortal.

Deu livre curso à sua ira; não poupou da morte a alma deles, mas entregou-lhes a vida à pestilência.(Salmos 78: 50)

Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá.
A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai, a iniqüidade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a perversidade do perverso cairá sobre este.(Ezequiel 18: 4, 20)

Os seus príncipes no meio dela são como lobos que arrebatam a presa para derramarem o sangue, para destruírem as almas e ganharem lucro desonesto. (Ezequiel 22: 27)

Derramou o segundo a sua taça no mar, e este se tornou em sangue como de morto, e morreu todo ser vivente que havia no mar. (Apocalipse 16: 3)

 And the second angel poured out his bowl onto the sea. And it became blood, as of a dead one, and every soul of life died in the sea.

Por mais este exemplo verificamos que os seres viventes, ou seja, as almas que viviam no mar foram mortas, e da mesma forma que o homem também os animais são seres mortais.

Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos. (Isaías 53: 10)
Aqui temos alma como conotação de vida, se a alma fosse imortal, e segundo este texto Jesus ofereceria sua “alma” (vida, ou seja Ele próprio) como poderíamos dizer que o mesmo se fez imortal conforme defende a Escritura???? Isto é mais uma prova de que o homem, e incluso estava nosso Mestre, é mortal e só a ressurreição nos leva à incorruptibilidade.

A recompensa para a vida eterna só se alcança pelos méritos de Cristo e na Sua vinda, e estes serão os vencedores que terão a imortalidade como galardão, e serão incorruptíveis para todo o sempre.

Lembremo-nos que o primeiro a defender a imortalidade mesmo em condições de pecado foi Lúcifer que disse a Eva: “Certamente não morrerás!!”, e em contraste transparente disse D-us: “ Certamente morrerás!!”

Ao se admitir a imortalidade da alma (termo mal-compreendido e agora, esclarecido) anulamos a finalidade da ressurreição de Jesus e o plano de salvação de D-us. Concedemos ao justo e ao ímpio a idéia de que é eterno e acabamos por indiretamente anunciar contra a necessidade de Jesus como Salvador.

Em Adão todos morrem, mas em Cristo os justos serão ressuscitados para a incorruptibilidade e os ímpios para a destruição.

Nenhum comentário: