CURRICULO PESSOAL

Minha foto

M.Div
Ph.D Teologia
Psicanalista Clinico (estag)
Escritor - 21 livros publicados
Master-trainer PNL

POSTAGENS

Postagens populares

quinta-feira, dezembro 16

Coisas associadas ao arrependimento

COISAS ASSOCIADAS COM O ARREPENDIMENTO
A Bíblia identifica diversas coisas associadas com o arrependimento:
:
Fé para com Deus está associada com arrependimento. Ele é ouvido em Hebreus 6 como o segundo princípio fundamental da fé cristã. O arrependimento de obras mortas deve ser combinado com fé em Deus (Marcos 1.15; Atos 20.21).
Você aprenderá mais sobre a “fé em Deus” no próximo capítulo, quando estudarmos o segundo fundamento da fé cristã.
BATISMO:
O batismo deve acompanhar o arrependimento como um sinal exterior da mudança interior que ocorreu em você (Atos 3.19).
A doutrina dos batismos também será discutida neste curso como uma parte dos fundamentos mencionados em Hebreus 6.
OBRAS:
As obras do homem, que a Bíblia também chama de “fruto”, testifica se houve ou não verdadeiro arrependimento (Atos 26.20; Mateus 3.8).
Tanto “obras” quanto “frutos” se referem ao comportamento exterior que deve mudar após o verdadeiro arrependimento.
CONVERSÃO:
“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados” (Atos 3.19).
Desde que a conversão está relacionado ao arrependimento, você necessita compreender a conversão.
CONVERSÃO
Conversão significa “voltar”. Quando ela é usada em conexão com o arrependimento bíblico, ela significa “voltar-se do caminho errado para o caminho certo” (Lucas 1.16; Atos 9.35; Atos 11.21).
Conversão é voltar-se das trevas do pecado para a luz da justiça de Deus (Atos 26.18).
É voltar-se do poder de Satanás para Deus (atos 26.18). É voltar-se das coisas mundanas para as coisas espirituais (Atos 14.15). É voltar-se dos falsos deuses para o verdadeiro e vivo Deus (1 Tessalonicenses 1.9).
A IMPORTÂNCIA DA CONVERSÃO
A conversão deve ser acompanhada de arrependimento. Você deve voltar-se do errado para o certo porque...
ISTO É NECESSÁRIO PARA ENTRAR NO REINO DE DEUS:
“E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus” (Mateus 18.3).
ISTO SALVA DA MORTE ESPIRITUAL:
“sabei que aquele que converte o pecador do seu caminho errado salvará da morte a alma dele e cobrirá multidão de pecados” (Tiago 5.20).
É NECESSÁRIO PARA O CANCELAMENTO DO PECADO:
Nosso pecado está escrito nos registros de Deus até que nos arrependamos e sejamos convertidos, então ele é cancelado (Atos 3.19).


O FILHO PRÓDIGO
Arrependimento e conversão são ilustrados melhor pela estória que Jesus contou sobre o filho pródigo. Leia a estória em Lucas 15.11-24. O jovem deixou seu pai e seu lar, foi para uma terra distante, e através do pecado gastou tudo que tinha.
Depois, este jovem reconheceu sua condição. Ele estava faminto, sozinho, em farrapos e trabalhando como alimentador de porcos. Então, ele tomou uma decisão importante. Ele disse, “levantar-me-ei e irei ter com meu pai”. Esta decisão interior resultou numa mudanças de suas ações exteriores. Ele voltou à casa do seu pai para pedir-lhe perdão.
ARREPENDIMENTO...A MUDANÇA DE MENTE:
Leia Lucas 15.17-19. O jovem reconheceu sua condição pecaminosa. Ele tomou uma decisão para ir até seu pai e arrepender-se de seu pecado. Isto é um exemplo de arrependimento, uma decisão da qual resulta em ações exteriores.
CONVERSÃO...AGINDO SOBRE A DECISÃO:
Lucas 15.20 registra como o rapaz levantou-se e deixou a velha vida e foi encontrar-se com seu pai para começar uma nova vida. Isto é conversão.
HOMENS PRÓDIGOS
Em sua condição pecaminosa, cada homem deve voltar-se para Deus como seu Pai e para o Céu como seu lar. Cada passo que ele dá para longe de Deus é um passo mais próximo da morte espiritual de eterna separação de Deus.
Há uma decisão maior para ser tomada. Ele deve “cair em si mesmo” e reconhecer sua condição espiritual. Ele deve tomar a decisão que resultará numa mudança e direção espiritual. Esta mudança na direção espiritual o converterá de seus pecados para Deus. Este é o primeiro passo em edificar um apropriado fundamento espiritual.
JUSTIFICAÇÃO E SALVAÇÃO
Há dois outros termos usados na Bíblia que se relaciona ao arrependimento. Estes termos são “justificação” e “salvação”. Deus é o juiz de toda a humanidade. Quando você está vivendo em “obras mortas” (pecado), você está condenado diante Dele (João 3.18-19).
Quando você se arrepende do pecado e toma a decisão de converter-se de seus caminhos pecaminosos, isto estabelece um relacionamento certo com Deus. Este relacionamento ou posição correta diante de Deus é “chamada” de “justificação” (Romanos 6.16-18).
As penalidades do pecado são morte física e espiritual. Quando Jesus morreu na cruz, Ele pagou a penalidade pelos pecados de toda a humanidade (2 Coríntios 5.21).
Se você creu que Jesus morreu por seus pecados, se arrependeu e o aceitou como Salvador, então você não experimentará a morte espiritual de eterna separação de Deus no inferno. Embora seu corpo físico possa morrer, você ressuscitará para a vida eterna. Isto tornou-se possível através da morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus. Você foi justificado ou colocado num relacionamento correto com Deus, por meio de Jesus Cristo (Romanos 3.24; 5.9; 5.1).
Quando você é justificado pelo arrependimento e por aceitar a Jesus Cristo como seu Salvador, você é salvo de uma vida de pecado e das penalidades do pecado (João 5.24).
Isto é o que significa ser salvo e é o que a Bíblia está falando quando o termo “salvação” é usado. É o desejo de Deus que todos os homens obtenham salvação ao invés de experimentarem a ira do julgamento de Deus por causa do pecado (1 Tessalonicenses 5.9-10a; João 3.16-17).
SUMÁRIO
O gráfico abaixo resume os conceitos básicos ensinados nos capítulos dois e três.
É importante lembrar que cada princípio fundamental da fé cristã está relacionado uns com os outros. Por exemplo, arrependimento de obras mortas não pode ser separado da fé em Deus, que é o assunto do próximo capítulo.
Origem do Pecado: Lúcifer (Satanás)
Rebelou-se contra Deus
Ele levou o homem a pecar, o que resultou na
Queda do Homem (Adão e Eva)
Isto resultou em
Todos os homens herdarem a natureza básica do pecado e
individualmente cometerem atos de pecado devido à esta natureza

O Pecado leva a:
Morte Espiritual
Morte Física
Na Cruz, Jesus pagou por estas penalidades, o que resultou
na justificação do homem pecaminoso:
Arrependimento de obras mortas (uma decisão interior)
que leva à
Conversão (uma mudança exterior)
que resulta na
Justificação de um Homem Pecaminoso perante um Deus Justo
e
Salvação de uma Vida de Pecado e das Penalidades do Pecado

Nenhum comentário: